E L I N Q – Cooperativa de Trabalho de Montagem e Manutenção Industrial

NOSSOS PRINCÍPIOS

A Elinq baseia-se nos princípios cooperativistas:

1° Princípio – Adesão livre e voluntária

De acordo com este princípio, as Cooperativas são organizações voluntárias e abertas a todas as pessoas aptas a usarem os seus serviços, sendo responsáveis pelos seus associados, sem distinção de qualquer natureza.

2° Princípio – Controle democrático pelos sócios

De conformidade com este princípio, as Cooperativas são controladas, democraticamente, através de seus associados, os quais participam, ativamente, no estabelecimento de suas políticas e tomadas de decisões, sendo os próprios cooperados representantes dos demais, que os elegem através de voto, em Assembléia convocada para este fim.

3° Princípio – Participação econômica dos sócios

Este princípio prevê que os sócios participam, eqüitativamente, e controlam, democraticamente, o capital de sua Cooperativa.

4° Princípio – Autonomia e Independência

De acordo com este princípio, as Cooperativas são organizações autônomas e independentes. Todavia nada impede que mantenham relações operacionais com outras entidades, inclusive governamentais.

5° Princípio – Educação, treinamento, informações

Além das Cooperativas terem como objetivo principal o interesse comum entre os seus associados, têm, também, por princípio, proporcioná-los educação, treinamento e informações necessárias, a fim de que possam contribuir, efetivamente, para o seu desenvolvimento.

6° Princípio – Cooperação entre Cooperativas

  As Cooperativas têm, também, por princípio, um relacionamento estrutural, entre si, cujo objetivo é fortalecer o movimento Cooperativista, de forma sistêmica, através de estruturas locais, regionais, nacionais e internacionais, tendo como parâmetro, as Federações, Centrais, Confederações etc.

7° Princípio – Preocupação com a comunidade

Preocupam-se, outrossim, as Cooperativas em desenvolver um trabalho sustentável, por meio de políticas aprovadas pelos seus membros, assumindo um papel de responsabilidade social junto às comunidades onde estão inseridas.

 

Conselho de Administração